Cautelar suspende licitação para coleta de lixo em Guaporé


O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) emitiu medida cautelar determinando a suspensão de Concorrência Pública da Prefeitura de Guaporé, cujo objeto é a coleta, o transporte e a triagem/reciclagem de resíduos domiciliares recicláveis e orgânicos. O relator, conselheiro Marco Peixoto, acolhendo a análise da área técnica do TCE-RS, em síntese, considerou que houve a indevida aglutinação do objeto da licitação, impossibilitando a participação de empresas especializadas em determinados serviços, como coleta, transporte ou destinação final de resíduos sólidos, configurando restrição à competição e sem a devida comprovação de vantagem econômica para o Município.


Também houve a indevida autorização tácita de subcontratação da lavagem trimestral de contêineres, sem expressa disposição no edital de licitação. Apenas os serviços de destinação e disposição final do lixo continham autorização da Administração para subcontratação, nos termos do que dispõe o artigo 72 da Lei de Licitações.


Diante das inconformidades, o conselheiro Marco Peixoto determinou que o Executivo Municipal de Guaporé se abstenha de dar prosseguimento à Concorrência, até que sejam feitos os ajustes necessários e a publicação de novo edital, de acordo com as normas que regem as licitações públicas.


O prefeito municipal, Valdir Carlos Fabris, tem trinta dias para, se desejar, prestar esclarecimentos ao TCE-RS.


Acesse a íntegra da medida cautelar clicando aqui.

_____________________________________________________________________________________

Mantenha-se informado também pela nossa Página do Facebook!

#Suspensão #MedidaCautelar #Licitação

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2017 - by Tânia Grigorieff